Financiando horas de voo com empréstimo bancário

posted in: Artigos | 1

emprestimo_canal_piloto

Uma das dúvidas mais recorrentes que temos recebido em nossos meios de contato é sobre as formas possíveis de financiar as horas de voo. Essa é, de longe, a parte mais custosa da formação aeronáutica, e em alguns casos o fator impeditivo para alguém realizar o sonho de voar.

A opção do empréstimo bancário é sempre levada em consideração nesse momento. Ela poderá garantir o custo total do curso, e com isso, você passará mais tempo se dedicando aos estudos e irá se formar em menor tempo. Essa é uma perspectiva extremamente otimista, porém a realidade pode ser um pouco diferente.


Condições de pagamento

Há uma diferença razoável de banco para banco. Existem diversas modalidades de empréstimo, e cada uma delas está atrelada a um perfil de cliente. O prazo costuma variar entre 36 e 48 meses no máximo, mas isso também está relacionado ao banco e ao cliente.

Algumas instituições trabalham com empréstimo exclusivo para aposentados e funcionários públicos. Nesses casos, o valor dos juros costuma ser mais baixo. Se algum familiar seu estiver dentro dessas características, talvez seja uma opção a ser considerada.


Simulações

Quando você está considerando realizar um empréstimo bancário, o ponto inicial de sua pesquisa deve ser as simulações em diferentes instituições. A partir daí, você terá uma melhor noção do tamanho do “problema” em que está se metendo.

O valor da formação aeronáutica completa pode variar muito. O custo sofre alterações com preços de combustível, horas totais necessárias, “check” e várias despesas adicionais. Realizei uma pequena pesquisa em algumas instituições, considerando um empréstimo de R$ 20 mil reais, que em média deverá pagar os custos da formação de Piloto Privado:

Banco 1

  • Quantidade de Parcelas: 48
  • Taxa de Juros (a.m.): 8,89%
  • Valor da Parcela: R$ 2.112,22
  • Total: R$ 101.386,56

Banco 2

  • Quantidade de Parcelas: 48
  • Taxa de Juros (a.m.): 4,5%
  • Valor da Parcela: R$ 1.214,01
  • Total: R$ 58.272,48

Banco 3

  • Quantidade de Parcelas: 48
  • Taxa de Juros (a.m.): 2,16%
  • Valor da Parcela: R$ 674,19
  • Total: R$ 32.361,12

Deu para notar uma pequena diferença nos valores, correto? Nos exemplos 1 e 2, foram feitas consultas em dois bancos diferentes com o mesmo perfil, de crédito pessoal para um correntista da instituição. No exemplo 3, a consulta foi feita em uma instituição que realiza empréstimos para aposentados e funcionários públicos, de alguns estados da nação com quem eles mantêm convenio.


[youtube https://www.youtube.com/watch?v=fyuzdE4c2d4]

Planejamento Financeiro

Esse é um termo que deve fazer parte da rotina do aluno-piloto. O empréstimo bancário realmente pode ser uma opção muito atrativa para pagar a formação, e em alguns casos, ele acaba se tornando a única opção. Porém, você não deve tomar um empréstimo com o pensamento de que, assim que se formar, irá conseguir um emprego e será fácil pagar essa conta. Essa é uma decisão que não pode ser tomada por impulso, e nesse momento a planilha de gastos será a sua melhor amiga.

Monte um plano e tenho certeza de que você conseguirá uma solução alternativa, com um custo menor.

Renato Cobel
Redes

Renato Cobel

Host e editor do CP Cast.
Renato Cobel
Redes

Latest posts by Renato Cobel (see all)

  • Rafael

    Só faltou fazer uma simulação para emprestimo em folha que normalmente o juros é menor, vou tentar pegar um assim que passar na banca de PC, for ver quando que aprova para entrar no meu orçamento, só sei que a parcela não pode ser maior que 30% do seu sálario.