Aviação e Trânsito

Reportado por Alexandre Sales na frequência Prof Franco Rovedo, Textos

Aviação Trânsito Canal Piloto Aviação e Trânsito

Missão: Aviação e o Trânsito

Sei que por conta desta semana que passou, muita gente vai falar mal de pilotos, da ANAC, dos aviões. Enfim… Eu vou comentar algo diferente. Se você não utiliza o trânsito terrestre e também não entende nada de aviação, então nem perca seu tempo lendo o resto. Já se você dirige nas ruas e/ou está sujeito a um acidente de automóvel, recomendo que leia isto e peça informações sobre segurança com um piloto de aeronave.

A bruxa anda solta e toda vez que há um acidente aeronáutico, a mídia faz um alvoroço. Divulga o nome do piloto, da companhia aérea, o modelo da aeronave, a posição dos corpos e tantos outros detalhes sórdidos e inúteis. Desde um ultraleve até uma espaçonave, a cobertura é feita a exaustão. Um mês de circo, no mínimo.

Sabemos que a aviação tem problemas, pilotos têm defeitos, o sistema não é nem remotamente perfeito, mas ainda é uma forma muito segura de transporte.

Nós que somos parte do sistema aéreo, sabemos da nossa responsabilidade em divulgar informações sobre acidentes. Repassamos e discutimos cada um deles. Cada vida perdida é uma lição dolorosa que a maioria de nós tenta assimilar.

O que me irrita é saber a quantidade de acidentes e mortes no trânsito de rua que são simplesmente ignoradas ou colocadas como se fosse uma notícia comum e sem importância. (Salvo se alguém envolvido no acidente seja pessoa famosa.)

Alexander Krotovs 2003 Crash Canal Piloto Aviação e TrânsitoAcidente com o piloto Alexander Krotov em uma corrida aérea em 2003 no Japão. Inacreditavelmente sobreviveu.

Todo ano, morrem no Brasil, mais de 35.000 pessoas em acidentes de trânsito. Este número é apenas das pessoas que morrem no local do acidente. Muitas mais morrem no hospital ou algum tempo depois. Mais do que o triplo ficam incapacitadas temporariamente ou permanentemente.  Metade dos leitos hospitalares está ocupada por vítimas do trânsito e\ou seus pilotos malucos. Um massacre que se repete ano após ano.

Só como primeira comparação, a Guerra do Vietnã matou cerca de 60.000 americanos em dez anos.  Apenas 6.000 por ano de guerra. Uma ninharia perto da nossa estatística. Isto mostra que nossos guerreiros de automóveis são muito mais eficientes que os militares vietnamitas. Bastavam alguns motoristas bêbados infiltrados nas tropas dos Estados Unidos, e o Vietnã teria uma vantagem maior ainda.

Ironia a parte, é evidente que a irresponsabilidade e a impunidade são armas imbatíveis. Muito se fala de educação no trânsito, penas mais duras e outras medidas burocráticas. A verdade é que estas têm causado pouco impacto na diminuição do número de cadáveres espalhados pelo asfalto. Leis brandas e mal feitas, acompanhadas de falta de uma política séria de combate a estes assassinatos consentidos, banalizaram a morte no trânsito.

Fast Bike Acidente Canal Piloto Aviação e Trânsito

É aqui que eu me orgulho da aviação e do sistema de gerenciamento que nosso país utiliza. Mesmo que não perfeito, temos um dos índices de maior segurança por milha voada do mundo. Temos lugar garantido no conselho da Organização de Aviação Civil Internacional e, mesmo com as tragédias mais recentes, ainda temos prestígio da comunidade aeronáutica mundial, principalmente por não sermos moralmente coniventes nas mortes por acidentes aéreos. O rigor ao seguir as orientações e estudos sobre segurança de voo faz a grande diferença.

Mesmo com todos os problemas que a transição no comando e gerenciamento da aviação brasileira está passando, seguir as leis internacionais de segurança tem salvado centenas de vidas diariamente.

Todos devem se lembrar do acidente do voo 402 em São Paulo. Uma tragédia sem dúvida. Morreram 99 pessoas. As imagens foram chocantes e dificilmente esqueceremos aquela manhã de 31 de outubro de 1996.

Acidente TAM 2007 Canal Piloto Aviação e Trânsito

Independente das causas que contribuíram com a queda do Fokker 100, certamente dentre elas, não havia um piloto alcoolizado, tão pouco profissionais despreparados na aeronave e muito menos irresponsabilidade do comandante. Muito diferente do que sabemos encontrar em qualquer esquina da nossa cidade. Na maioria, jovens, sem a educação e preparação necessária para dirigir uma máquina potencialmente fatal, somado ao uso de substâncias proibidas. A estatística, ironicamente, indica que no Brasil, para cada 1,32 milhão de passageiros de avião, um poderá morrer em acidente aéreo, enquanto mais de 265 poderão morrer no trajeto do aeroporto.

Pergunto:

E se o exame de capacidade física dos DETRANS fosse tão rigoroso quanto os da aviação?

E se os acidentes de trânsito fossem tão divulgados quanto os acidentes aeronáuticos?

E se o rigor para permissão para dirigir fosse o mesmo que para pilotar uma aeronave?

E se as autoescolas fossem tão fiscalizadas como as escolas de aviação?

Será que as mortes diminuiriam?

Sempre que possível, demonstrarei e defenderei como o uso das normas de segurança e administração da aviação civil aplicada ao trânsito pode reduzir o número de acidentes.

Isto não significa que devemos olhar para o outro lado e fingir desconhecer os problemas que a aviação enfrenta diariamente. Apenas acredito que desde a formação de pilotos até as normas e métodos de prevenção de acidentes do meio aeronáutico será um bom exemplo para as autoridades e para o cidadão consciente de que algo precisa mudar no trânsito.

Portanto, prezado leitor, sempre que olhar no jornal um acidente com uma aeronave, antes de ficar horrorizado, lembre-se que o trânsito do qual você faz parte, está “derrubando” um Fokker  100 TODO dia.

Fly (and drive) safe!

Franco Rovedo
franco.rovedo@gmail.com

pixel Aviação e Trânsito
 Aviação e Trânsito
Redes

Alexandre Sales

Piloto Privado de Avião, desviando de urubus nos céus da Terminal São Paulo desde o primeiro voo
 Aviação e Trânsito
Redes

Latest posts by Alexandre Sales (see all)

Alexandre Sales

Piloto Privado de Avião, desviando de urubus nos céus da Terminal São Paulo desde o primeiro voo
  • http://arquivoaeronautico.blogspot.com.br/ Fred Mesquita

    Sábias palavras Franco e uma ótima comparação. Sim, temos uma notória posição no cenário aeronáutico mundial mas pergunte a qualquer profissional ligado à aviação e todos veremos que a reclamação nº 1 é sobre a ANAC. Não conheço ninguém que tenha algo de bom para falar dela. Se tivéssemos um órgão regulador que caminhasse com visão de século 21, acho que o número de acidentes aeronáuticos seria raros de acontecer. Parabéns pelo texto!!!

    • http://canalpiloto.com.br/apresentacao-aviacao-em-perspectiva/ FrancoRovedo

      Verdade Fred. A ideia da ANAC é ótima, mas foi mal implantada. Começou com políticos (e continua). O que os militares sempre fizeram foi copiar o que dá certo nos melhores países. Por isso sempre tivemos credibilidade. Gostaria muito que este cenário não mudasse. Mas não sei não…

  • Tadeu Neto

    O problema como todos sabem está na "formação" dos condutores de veículos, saem por ai despreparados e dá no que dá. Mas o MAIOR problema é que essa má formação está chegando na aviação, e pelo jeito tomando conta, e se as autoridade não abrirem os olhos quanto a isso logo esses números das estatísticas vão cair. Uma lástima!

    • http://canalpiloto.com.br/apresentacao-aviacao-em-perspectiva/ FrancoRovedo

      É meu medo também Tadeu. Ao invés do trânsito aprender com a aviação, vai acontecer ao contrário. Uma pena.

  • Matheus de Barros

    E esse é um dos motivos porque tanta gente tem medo de andar de avião, mas não percebem que correm mais risco ao sair de carro pra trabalhar. E os veículos de comunicação só mostram os acidentes mais desastrosos, de preferência os que não tenham sobreviventes. Raramente se comenta sobre um incidente onde houve sobreviventes, e quando se fala, focam só nas mortes. Sônia Abrão que o diga…

    • http://canalpiloto.com.br/apresentacao-aviacao-em-perspectiva/ FrancoRovedo

      Foi por isso que escrevi isso Matheus.
      Outro dia, morreram dez pessoas de uma vez aqui em Curitiba. Não disseram o nome da companhia de ônibus, nem das vítimas e nem estão investigando as causas.
      Agora, se cair um ultraleve…putz…é o avião que é perigoso.

      • INVA Thalles

        Concordo plenamente Franco. O que é desconhecido causa mais impacto e panico aos leigos, por isso acho que acidentes aeronauticos são tratados e vistos com muito mais espanto pela sociedade.

  • Araújo

    Nossa!!! Se o jornal for noticiar todos os acidentes de trânsito como noticiam acidentes aéreos, iriam ficar o jornal inteiro falando de acidentes de trânsito!!!rs

    • http://canalpiloto.com.br/apresentacao-aviacao-em-perspectiva/ FrancoRovedo

      Poderiam noticiar a quantidade de mortos até o momento do acidente que eles noticiaram. É a primeira coisa que os jornais fazem quando há um acidente na aviação.
      " – …com esse acidente eleva-se para 22 o números de mortos em acidentes com aviões este ano…."

      rs…

  • Paulo Macedo

    O que a mídia gosta mesmo é de sensacionalismo, e para mim, as notícias são manipuladas pela industria, noticiam o que querem para favorecer a parte interessada.
    Assim como fazem com as motos…só falam que moto é mais perigoso, ANDOU DE MOTO, MORREU! Mas ninguém fala que as motos são muito mais econômicas, que ocupam muito menos espaço no trânsito, tem mais agilidade, poluem menos, mais baratas, etc.
    Se for noticiar todos os acidentes de trânsito só na cidade de São Paulo, terá que criar um canal 24h só sobre isso, imagina se for com o Datena e Marcelo Resende…nem quero imaginar!

    E nós devemos ter muito cuidado para não levarmos tudo isso para a aviação, pois os futuros alunos, instrutores e comandantes seremos nós.

    Paulo Macedo

    • http://canalpiloto.com.br/apresentacao-aviacao-em-perspectiva/ FrancoRovedo

      Exato Paulo. Por isso levantei esta questão. Apesar de tudo, a aviação tem muito a ensinar. A mídia deveria perceber isso e explorar de forma mais responsável.

  • Tirloni

    Ótimo, ótimo, ótimo! Perfeito! É isso mesmo! Meus parabéns!

    • http://canalpiloto.com.br/apresentacao-aviacao-em-perspectiva/ FrancoRovedo

      Obrigado pela participação Tirloni.

  • Daniel

    O brasileiro é burro, eu canso de falar neste assunto, que muitas pessoas morrem por dia com acidentes de transito, não da para se comparar os carros com a aviação, vc tem 1000 vezes mais chances de morrer em um acidente de transito do que num acidente aéreo, lamentável.

    • http://canalpiloto.com.br/apresentacao-aviacao-em-perspectiva/ FrancoRovedo

      Pois é…Fico bem mais tranquilo lá em cima que aqui em baixo.

  • LIeberti

    É difícil mudar a mentalidade das pessoas, o que falta e um pouco de choque para que todos acordem, ninguém mais vê um acidente de carro como algo preocupante, apenas assistem, meias palavras não os convencem mais e só colocar vídeos realmente fortes que acordão pra vida, não estou querendo espor ninguém, mais chocar mesmo, assim como fazem quando cai um avião.
    O primeiro passo mesmo e a concientização, bem veja ai na pratica o que disse mais ou menos ai em cima, e os resultados são bons, vi esse vídeo acho que foi na primeira aula de pp teórico, segue o link. http://veja.abril.com.br/noticia/saude/campanha-n
    Abraço comando, ficou muito bom seu texto comparando a aviação com o transito.

  • http://canalpiloto.com.br/apresentacao-aviacao-em-perspectiva/ FrancoRovedo

    Muito bom! Mas os "inteligentes pedagogos" acham que isto não adianta. Enfim, vamos fazer o possível para ser um exemplo na aviação.
    Abraço.

  • http://aviacaochannel.blogspot.com/ Emerson Filho

    Fiquei sem palavras mediante a todas essas palavras "sábias". O que tenho a dizer apenas é: PARABÉNS e obrigado por abrir meus olhos e enxerga que os "pilotos do trânsito urbano" sempre então derrubando um Fokker 100 e fazendo muitas vítimas a cada ano,sempre.

    • http://canalpiloto.com.br/apresentacao-aviacao-em-perspectiva/ FrancoRovedo

      Obrigado Emerson. O Pior é que são mais de 100 pessoas por dia.

  • Maurício Sanches

    Parabéns pelo texto! Acho uma situação completamente absurda, por exemplo, um motoboy aqui em São Paulo falar que tem medo de voar…

    • http://canalpiloto.com.br/apresentacao-aviacao-em-perspectiva/ FrancoRovedo

      Imagine se um motoboy passaria nos exame para PP?!

  • Ronaldo Nunes

    Eu vejo por outro lado. A imprensa só noticia o que é pelo menos incomum. Enquanto estiveram publicando este tipo de matéria é sinal que os acidentes aeronáuticos continuam raros. Sem contar que na aviação, sempre há algo a se aprender com os acidentes e/ou incidentes. No trânsito, quase nunca é levantada alguma lição ou feito qualquer tipo de melhoria para evitar ou mitigar a chance de casos futuros.

  • http://canalpiloto.com.br/apresentacao-aviacao-em-perspectiva/ FrancoRovedo

    Justamente isso, Ronaldo. O Brasil não faz estatísticas de nada. É tudo nas coxas. Já a aviação é melhor por que seguimos regras internacionais que obrigam estes estudos. Se os responsáveis pelo trânsito copiassem e adaptassem estes estudos, tudo seria bem diferente.

  • Vanderlei Mafra

    Simplesmente perfeito o texto Franco. O nosso trânsito tem muito o que melhorar, e deveria começar usando a aviação como referência…

    • http://canalpiloto.com.br/apresentacao-aviacao-em-perspectiva/ FrancoRovedo

      Isto aí Vanderlei. Basta fazermos alumas comparações. Dirigir ou pilotar, não é um direito, é um privilégio.

  • Athos Gabriel

    E depois tem uns que vêm com a genial ideia de querer popularizar o avião. Faça me o favor…

    Athos G.

    • http://canalpiloto.com.br/apresentacao-aviacao-em-perspectiva/ FrancoRovedo

      Pois é Athos. Pode ser popular desde que o povo seja educado e inteligente. (Não é nosso caso, infelizmente). Abraço.

  • HudsonOliveira

    Belo texto, parabéns!
    Aborda perfeitamente o que a mídia vem fazendo ultimamente, tanto para acidentes, quanto para pequenos incidentes ja estão fazendo aquele alvoroço. Enquanto isso, o trânsito que anda um verdadeiro caos, mal é notificado pela mídia, lamentavel isso.

  • http://www.facebook.com/eliandro.calegari Eliandro Calegari

    Falou e disse! Nada a acrescentar.