CP Cast 53 – O que forma um bom INVA?

posted in: CP Cast | 7

Este é o CP Cast – O podcast de aviação do Canal Piloto

Oscar Lima Alfa senhores aviadores! Hoje Alexandre Sales (PP), Rodrigo Satoshi (INVA) e Luiz Ribeirinho (PP) conversam sobre as características de um bom Instrutor de Voo!

No CP Cast de hoje: Saiba se qualquer pessoa tem potencial para se tornar um bom INVA, veja qual o real papel da paciência durante a instrução, descubra qual o principal contraste entre os instrutores das décadas passadas e os da atual geração, saiba que tipo de lições só serão aprendidas na prática, e confira se o real papel de um instrutor é “apenas” dar instrução.

Patrocínio:

Comentado na leitura de e-mails:

Produtos Canal Piloto:

Participe do CP Cast:

Conteúdo relacionado ao episódio:

Feed para o iTunes ou agregador:

E-mail

  • Envie suas sugestões e mensagens para serem lidas no ar através de nosso e-mail.

Clique no PLAY para escutar o episódio:

Play
Redes

Alexandre Sales

Piloto Privado de Avião, desviando de urubus nos céus da Terminal São Paulo desde o primeiro voo
Redes
  • Luciano Faiolo

    Mais uma vez um excelente CP Cast, assunto muito interessante e pra mim pelo menos muito útil. Parabéns à equipe! Ah! Até eu cai direitinho no comentário da saída do Cobel! Corri no Trello pra ver se ele ainda estava ali! hehehe! Se o Cobel sair eu saio também! hehehe! Abraço!

  • Davi Manoel

    Muito bom esse Cp Cast, mais uma vez o Satoshi está aí com os seus excelentes conselhos!!!! CARAMBA!!! Gelei quando eu ouvi que o Cobel não tava mais no Cp… Pois é, eu cai na conversa do Sales.

  • Willian Moura

    Muito bom, Satoshi voltou, admiro a postura dele como INVA e quero agradecer por ele passar suas experiências e conselhos, abraço pessoal do CP!

  • Marcos Medeiros da Fonseca

    Como sempre, excelente CP Cast. Duvido que alguém não caiu na conversa do Sales. Acho que até o Cobel caiu. kkkk
    E realmente, não apenas ser INVA requer muita paciência, mas tudo na aviação requer que nos ponhamos no lugar dos outros e nos perguntar como gostaríamos de sermos tratados. Acho que se tivermos a humildade de nos colocar no lugar do aluno podemos aprender até mais que o próprio.
    Como disse, tenho vontade de me tornar INVA, e quando esse dia chegar quero ser lembrado pelos alunos como alguém que os ajudou a amar ainda mais a aviação, e formar pessoas que também se colocam no lugar do outro porque acredito na amizade como o centro de tudo que fazemos nessa vida.

  • Carlos Jannu

    Cp excelente como sempre, acredito pelos comentários que, todos não gostaram da falsa notícia da saida do Cobel, ele é parte integrante e sentiriamos muita falta dele,e sobre o cast, muito bom os conselhos do Satoshi como sempre, e ao meu ver quem escolhe ser INVA, só para juntar as horas de voo tem mais dificuldade, pois ele não quer aquilo como profissão, mas olhando por outro lado ele estará voando e tem que dar muito valor ao que já conseguiu e ter paciência como diria Axl Rose. Valeu e parabéns.

  • Marcus Gomes

    O.L.A.
    1° Eu não estava acreditando na saída do Cobel não heim Sales, ouvi uns risos no fundo que entregaram!
    2º Que depoimento heim do Yuri Dimitrov! SENSACIONAL!!!! Foi um “Senhor” exemplo vivido.
    Com certeza não vale a pena arriscar nunca! Respeito a maquina e ética sempre!!!
    Cobel o que era aquele conserto de latidos enquanto lia o 2º email do CP 53? que sinfonia de latidos hehehe
    E mais uma vez vejo através da entrevista do Satoshi, um exemplo de que infelizmente ainda temos muitos invas com falta de profissionalismo em alguns aeroclubes, talves por justamente estarem ali se sentindo “obrigados” a dar instrução para acumularem horas para as cias, acham que não devem se dedicar ao máximo em ensinar uma pessoa que quem saiba poderá se tornar um contato importante la na frente! Deixo aqui meu recado a esses Invas (Vocês não amam aviação!!!)
    Abraço a todos!!! Bons Voos!

  • Enderson Rafael

    Excelentes os emails, tanto a história do Dimitrov quanto a paixão do Carlos. E muito bacana escutar a opinião do Satoshi, que tive a honra de conhecer pessoalmente num dos dias mais tensos e especiais da minha vida. Sempre uma aula!