Diário do Jet Trainer 01

posted in: Aaron Móes, Textos | 3

Oscar Lima Alpha senhores(as), meu nome é Aaron Móes, sou checado PC/MLTE/IFR PLA Teórico e tenho 20 anos, como bom samaritano que sou, eu havia comentado anteriormente que iria iniciar o curso do “Jet Trainer” e que se houvesse tempo e disposição (mais disposição do que tempo, pra ser sincero) iria relatar o dia-a-dia do curso e fazer uma espécie de “Diário” do mesmo, para que os senhores(as) pudessem acompanhar a rotina do curso e para compartilhar com os colegas essa experiência.

Bom o curso teve início dia 20/02/2012 e, apesar de estar começando o diário hoje (dia 22), vou relatar apenas o primeiro dia do curso, e no decorrer do curso, farei outros relatos, com o resumo de um ou mais dias em apenas um relato, conforme tempo/conteúdo.

Vamos ao que interessa! Escolhi fazer o Jet Trainer na EDAPA (Campinas), pois fiz meu PP e PC teórico lá, é relativamente próximo da minha casa, tem um preço bom e como eu já era “da casa”, sabia que não estava entrando em uma furada! A aeronave que escolhi para fazer o curso foi o Boeing 737 NG, pois eu já tinha certo conhecimento na filosofia de operação e já estava mais familiarizado com a coisa, apesar de o Jet Trainer não ser como um Ground School, ou seja, ele não foca em dar proficiência na aeronave em si com o curso específico (nem tem validade como tal), sendo assim, é um curso mais “genérico” do avião e o objetivo é na adaptação de voo para aeronaves a jato, assim como CRM (Crew Resource Managment), doutrinamento profissional, rotina operacional das empresas aéreas e etc.

O curso tem duração total de duas semanas, sendo três aulas teóricas, das 08:00 as 16:00 (Seg, Ter, Qua) e mais 7 sessões de simulador com 4 horas de duração cada, todos os dias até o final do curso.

PS: Resolvemos fazer o curso sem dar pausa no sábado ou domingo, pois 3 dos pilotos da turma são de outros estados e estão aqui só pra fazer o Jet Trainer.

A turma é composta de no máximo 6 alunos, que a partir do quarto dia, formarão 3 duplas que seguirão juntas até o fim do treinamento do simulador, ambos farão o treinamento tanto na esquerda (posição do comandante) quando na direita (posição do copiloto), revezando as posições para que fiquem o mesmo tempo em cada lado, pois, apesar de o foco do curso ser no copiloto (PF – Pilot Flying), o posto do comandante ajuda no treinamento do CRM, e no treinamento geral como um todo, apesar de estarmos ainda a alguns anos de sentar do lado confortável da cabine, se é que me entendem…

No primeiro dia de aula, conhecemos o nosso instrutor, um comandante aposentado da Varig que só voou Avro, Eletra, DC-3, 737, 777, 747-400 dentre outros… Pouco experiente né? Cmte Bruno Fether, ou Brunão! Antes de entrarmos na aula já ficamos batendo papo e ele foi logo dizendo que piloto só aprende com o “Horse Method” que é pressionando e cutucando o cara pra ele se tocar no que tá fazendo, e que “Mother Method” não funciona pra nada, o cara é um palhaço e bem simpático, conversa numa boa, conta histórias, casos, zoa com a gente, não se cansa de explicar e reexplicar as coisas em sala de aula, mas, também não passa a mão na cabeça na hora de dar seus típicos esporros no simulador, que segundo ele, são todos carinhosos e é claro que a gente leva na esportiva e até segura o riso quando aquele colega leva aquela famosa “comida de rabo”.

De conteúdo tivemos uma espécie de briefing com os objetivos do curso, alguma coisa de teoria de voo e performance e uma espécie de “ground school” do Boeing 737, onde estudamos principalmente a execução de check lists, áreas de responsabilidade do comandante e do copiloto, o scanflow dos instrumentos, os painéis, o MCP (Mode Control Panel), EFIS (Eletronic Flight Instrument System), FMC/CDU (Flight Managment Computer/Control Display Unit), utilização dos modos de navegação dentre outros adendos e macetes da aeronave, resumindo, apenas “preparamos o terreno” para o que estava por vir… Que vocês continuarão vendo no próximo relato! Espero que tenham lido e gostado, espero poder relatar mais no decorrer do curso e fiquem livres pra fazer críticas, sugestões ou perguntas!

Fly Safe, Aaron Móes.

Redes

Alexandre Sales

Piloto Privado de Avião, desviando de urubus nos céus da Terminal São Paulo desde o primeiro voo
Redes
  • nepas

    Obrigado pselo briefing amigo.

  • O “poca Pratica” organiza esta timboca pra uma sequencia de leitura.
    1 2 3 e por ai vai …pois esta tudo mistura ai não da ne rsrsrsrsr

    Bacana o Relato Aaron

  • Daniel Sales Stewart

    Cara já sabe quanto vc já gastou em média?? Com o PP/PC/MLTE/PLA teórico/IFR + o Jet Trainer
    e parabéns pelo post!! :)