São as aeronaves o mais poluente meio de transporte?

posted in: Artigos | 0

Muito se critica a indústria aeronáutica por ser grande emissora de carbono, decorrente da queima diária de toneladas de combustível fóssil. Claro que há coisas ruins, mas esse ponto especificamente pode ser analisado de diversos pontos de vista. Não vou falar hoje dos grandes benefícios da aviação, mas sim, fornecer-lhes alguns dados interessantes sobre o tema, para termos mais informações quando confrontados com afirmações ecologicamente corretas – sem negar, claro, a pegada ecológica que deixamos. Isolemos então a questão de consumo de combustível. A seguir, alguns fatos curiosos sobre o assunto.

Uma aeronave de grande porte como um Boeing 747 queima aproximadamente 4 litros de combustível a cada 4 segundos. Em uma viagem com 10 horas de duração, o consumo chega a aproximadamente 150 mil litros. Segundo o site da fabricante, essa aeronave queima aproximadamente 12 litros por quilômetro. Esse parece ser um valor absurdamente elevado, mas talvez essa impressão mude se comparamos esse consumo com um Navio Transatlântico.

Esse mesmo 747 carrega nessa viagem cerca de 568 pessoas, mas vamos arredondar para 500 pessoas, para efeitos de cálculo. Com os dados anteriormente reunidos, podemos chegar a um consumo por passageiro de 0,024 Litros por Passageiro por Km. Em outras palavras, 2,4 Litros para cada 100 passageiros para percorrer 1 Km. Um Concorde utiliza 16,6 litros para o mesmo feito, quase 7 vezes mais consumo. O Navio de Cruzeiro Queen Elizabeth II faz 3,32 metros por litro, e carrega 1.777 passageiros. O rendimento na mesma base de comparação das aeronaves citadas fica em 16,9 litros para levar 100 passageiros por 1 km. Ou seja, muito mais consumo, isso ainda sem considerar toda imensa quantidade de lixo que um navio transportando tanta gente gera nesses dias de viagem. George Marshall da Climate Outreach Information Network realizou um cálculo inicial aproximado para o navio em questão, e concluiu, dentre outros pontos, que em se tratando de emissão de carbono, o navio emite quase 7,6 vezes mais do que fazer a mesma viagem de avião.

Ainda sobre poluição do transporte marítimo, estima-se que a poluição gerada por queima de combustível de apenas 16 grandes navios cargueiros equivale a todos carros do mundo. Não me atreverei a converter esses valores para compará-los com a aviação. Acho que, até aqui, já ficou claro que a aviação não é o maior vilão do mundo dos transportes.

Já pensou em calcular o consumo da sua aeronave de instrução? Deixe nos comentários o seu número!


Extra: Fatos sobre custos dos combustíveis, segundos dados de Junho de 2017 divulgados pela IATA:

  • A conta total de combustível da indústria aérea global é estimada em US $ 133 bilhões em 2016 (representando cerca de 19% de despesas operacionais em US $ 44,6 / barril Brent de petróleo).
  • Esta é uma queda de 24% em relação à conta de combustível de 2015, mas é cerca de 3 vezes a conta de US $ 44 bilhões de 2003 (que contabilizou 14% das despesas operacionais em US $ 28,8 / barril Brent).
  • Em 2017, a conta de combustível está prevista em US $ 129 bilhões (representando cerca de 17% das despesas operacionais em US $ 54 por barril Brent).
  • Os lucros da indústria de US $ 31,4 bilhões estão previstos para 2017, após lucros de US $ 34,8 bilhões em 2014.

Fonte: IATA

Luciano Faiolo
Redes

Luciano Faiolo

Piloto Comercial de Avião, Multimotor, IFR e INVA - Contador e Auditor Interno, considera a o EMB-120 a aeronave mais bonita do mundo!
"A aviação vai melhorar! Dá motor e acredita!"
Luciano Faiolo
Redes