Guia Básico: PPA | Parte 5 – CMA

posted in: Guias | 2

O CMA é o Certificado Médico Aeronáutico, que baseado no RBAC 67 certifica que um candidato está apto a operar uma aeronave sob as diversas forças e características típicas do voo, como força G, ruído constante, ar rarefeito, temperatura elevada, e outros.

Sem esse certificado o aluno não poderá sequer iniciar suas aulas de voo.

Na descrição a seguir detalharemos a sequência e processos dos exames baseado nas experiências que vivi fazendo meu CMA inicial de 2ª Classe em uma clínica particular, e meu CMA de 1ª Classe no HASP – Hospital da Aeronáutica de São Paulo, mesmo local onde segui o renovando por alguns dos anos seguintes.


Classes do CMA

O CMA é divido entre classes de acordo com as exigências físicas e responsabilidade de cada atividade aérea na qual o certificado se mostra necessário, vendo que há uma linha tênue entre você ser responsável apenas pela sua vida, e pelas vidas de centenas de passageiros.

  • 4ª Classe: Pilotos de Aviação Leve e Pilotos de Planadores
  • 3ª Classe: Controladores de Tráfego Aéreo
  • 2ª Classe: Pilotos Privados, Comissários de Voo, Pilotos de Balão e Mecânicos de Voo
  • 1ª Classe: Pilotos Comerciais, Pilotos de Linha Aérea e Pilotos Privados com habilitação IFR

Caso deseje seguir com a profissão de piloto, o CMA de 2ª Classe será o seu certificado inicial ao começar o curso de Piloto Privado, sendo obrigatória a evolução para o de 1ª Classe ao longo do curso de formação de Piloto Comercial.

Também é possível fazer diretamente o de 1ª Classe, porém nem todos o fazem de início devido à validade de 1 ano do CMA de 1ª Classe, contra 5 anos do CMA de 2ª Classe (prazos esses, no caso de menores de 40 anos).


Onde realizar

Para realizar a bateria de exames há duas opções: Hospitais da Aeronáutica ou Clínicas Particulares.

No Hospital da Aeronáutica todos os exames são feitos no próprio local, durante uma ou duas manhãs inteiras. Já nas Clínicas Particulares, o candidato tem de levar todos os exames prontos através de seu convênio médico e fazer apenas alguns no local, podendo assim sair com sua aprovação rapidamente em algumas horas.

Em ambos os casos a avaliação e emissão de seu CMA terá o mesmo custo (R$ 590,00 / SP – 2016), portanto a pergunta que decidirá em qual local você o fará é: O seu convênio médico cobre todos os exames?

Se ele cobrir, faça em uma clínica particular. Lá o atendimento costuma ser melhor, e o ambiente é mais tranquilo. Caso seu convênio não cubra, não vale financeiramente a pena fazer os exames de modo particular, pois o custo será muito alto. Nessa situação, siga para o Hospital da Aeronáutica.

Esteja avisado de que os Hospitais da Aeronáutica são ambientes militares, portanto tome cuidado com sua vestimenta, comportamento e pontualidade. Vá com tênis ou sapatos fechados, calça, e camisa ou camiseta neutra, sem estampas chamativas. Desconsidere adereços como bonés, óculos escuros ou bijuterias chamativas. Aliás, não há motivos para não manter esse padrão também nas clínicas.


Agendamento

A maioria das Clínicas Particulares requerem agendamento através de seus sites, mas como possuem movimento moderado, o candidato geralmente consegue vagas para a mesma semana.

No caso dos Hospitais da Aeronáutica, alguns possuem agendamento via site, outros apenas uma inscrição independente de data, e outros são livres desse quesito. Devido a essa variação, por vezes estão com um alto volume de candidatos, portanto é interessante agendar sua ida com o máximo de antecedência sempre que possível.


Exames para seu convênio

Caso você opte por fazer o CMA através de clínica, terá de apresentar para seu convênio a lista de exames e requerimentos a seguir. Não se impressione com o tamanho da lista, boa parte dos tópicos são apenas para um exame, como o hemograma, que abate boa parte destes.

  • Hemograma completo (Att: hematócrito)
  • Tipagem sangüínea (Att: ABO e RH)
  • Creatinina
  • Colesterol (total e frações)
  • Glicemia (Att: jejum)
  • Triglicérides
  • Urina I (Att: depósitos e sedimentos)
  • Teste Ergométrico (Att: com laudo)
  • Rx de tórax (Att: frente com laudo)
  • Rx seios da face (Att: com laudo)
  • Eletroencefalograma (Att: com fotoestímulo e laudo)
  • Ácido Úrico (Somente 35 anos ou mais)
  • Rx panorâmico Odontológico (Att: com laudo) (Somente Pilotos)
  • Audiometria Tonal (Somente Pilotos)
  • Beta HCG (Somente Mulheres)
  • E ainda: RG original e 2 cópias do RG e CPF

Há algumas poucas diferenças entre os exames nas duas instituições, como o teste ergométrico, que na clínica por vezes é compulsório, e no hospital só é realizado nos maiores de 40 anos. Mas em suma, os padrões são equivalentes.


Hospital da Aeronáutica

Detalharemos agora o processo do CMA através de um Hospital da Aeronáutica, neste caso o de São Paulo. Apesar dos detalhes serem focados nesta unidade em específico, o padrão dos exames é praticamente o mesmo nos demais hospitais pelo Brasil. Assim sendo, as informações a seguir serão úteis independente do local onde você fará os exames, inclusive se o fizer através de seu convênio médico para clínica particular.

Após ter o seu dia devidamente agendado e estando de jejum de 12h (apenas para CMA em hospitais), o candidato deve se apresentar para o primeiro de dois dias de avaliações, ou para o único dia, dependendo da modalidade que o hospital utilizar. A manhã de avaliações normalmente começa às 6h00 e finaliza às 12h00, no primeiro ou ambos os dias.

Se informe sobre os meios para o local para não chegar atrasado, o que geralmente não é tolerado. Se possível opte por ir de carro, táxi ou ônibus, pois ir andando longas distâncias pode deixar seu coração e pressão com alterações devido a este exercício poucos minutos antes dos exames.

Apesar dos hospitais possuírem estrutura para realizar grande parte dos exames, em alguns é necessário o candidato levar exames prontos. No caso do HASP os candidatos tem de levar o Eletroencefalograma e o Raio X panorâmico da arcada dentária, pelo fato do local não dispor de equipamentos para tal.


Pagamento

Alguns locais permitem que o pagamento seja realizado no dia em questão, antes, durante ou ao final dos exames.

No caso específico do HASP, é requerido que o candidato pague antecipadamente o valor, através de um GRU (Boleto de “Guia de Recolhimento da União”), que também está disponível em outros Hospitais. Na abertura do cadastro no dia em questão, o candidato tem de apresentar o comprovante de pagamento da guia citada.

Como isso é um dos poucos pontos que variam, confirme a informação no site de seu hospital.


Juntas de saúde

Ao iniciar o processo oficialmente, o candidato pega uma senha inicial e aguarda com os demais, onde em seguida um orientador chamará pequenos grupos de acordo as senhas, dará breves instruções e entregará uma série de fichas destacáveis que devem ser preenchidas nos próximos instantes, vendo que serão solicitadas ao longo dos consultórios. Junto delas haverá uma nova senha oficial pela qual deverá atender, além de outras fichas que lhe ajudarão a se organizar.

Além de seus dados pessoais, os questionários solicitarão seus antecedentes médicos, como problemas de saúde recentes, histórico médico da família, e se é a primeira vez que realiza algum dos exames naquele local.

Dúvidas durante o preenchimento poderão surgir. Nesse caso não arrisque rasurar uma possível informação errada, solicite ajuda aos orientadores presentes.

Em uma nova sala com a primeira ficha preenchida, as senhas serão chamadas para a abertura de um cadastro, onde o candidato informará seus dados pessoais e a classe e categoria para a qual está se candidatando, como “2ª Classe PP”, “1ª Classe PC” ou “1ª Classe PLA”.


Laboratório

Pelo fato de todos os candidatos estarem de jejum de 12h, o laboratório para coleta de sangue é a primeira parada. Ao chegar no local o candidato recebe mais uma senha, que será usada apenas nessa etapa.

Sendo chamado pelo seu número o candidato irá à um novo caixa de atendimento onde mais uma vez informará ou confirmará informações pessoais, e irá também receber o login e senha para ver os resultados dos exames laboratoriais online. O documento virtual mostrará apenas os parâmetros numéricos dos resultados, sendo necessária uma pesquisa para os compreender.

Ao final, o candidato receberá o recipiente com seus dados para coleta de urina e novas instruções. O mesmo seguirá para os banheiros que ficam próximos, e ao sair com o recipiente utilizado, o deixará em um local identificado. Em seguida ingressará em uma nova sala de espera, onde será chamado pela sua senha oficial para a coleta de sangue.

Após a coleta de sangue (Hemograma), que não possui nada de especial, o candidato é finalmente liberado para tomar seu café na manhã no refeitório do hospital, através do ticket que ganhou junto com as fichas. O lanche por vezes conta com café, bolachas, manteiga e queijo. Porém, é recomendável segurar sua fome por enquanto, vendo que você ainda deverá passar pelo exame odontológico.

Apesar da sequência apresentada nas fichas, após essas primeiras etapas obrigatórias o candidato tem liberdade para seguir para quaisquer juntas que desejar, portanto é aconselhável que o próximo passo seja a odontologia.

A partir desse momento todas as juntas atendem de acordo com a fila, sem utilizar a senha, portanto além do quesito Importância, você poderá escolher simplesmente as juntas que tiverem as menores filas no momento.


Odontologia

Essa junta é o temor de muitos, vendo que pequenas cáries, canal mal feito, dentes tortos que possam afetar o nervo, e outras coisinhas mais, podem deixar de pendência ou reprovar o candidato. Deste modo, caso você esteja desconfiado sobre como anda sua saúde bucal, é recomendável passar em um odontologista particular antes do exame oficial.

Fatores estéticos como dentes levemente amarelados, ou dentes com marcas de aparelho recém-tirado não são problema. Você está prestando o exame para piloto, e não para garoto propaganda da Colgate.

Tendo aguardado sua vez na fila, o candidato ingressa na sala e deita-se em uma cadeira de dentista como qualquer outra. O odontologista examinará os dentes com os instrumentos típicos, enquanto compara com a radiografia que você levou, para checar possíveis dentes tortos, detalhes de aparelhos ortodônticos caso o tenha, e outros fatores.

Estando tudo certo ou não, o oficial informará no mesmo momento.


Radiologia

Após aguardar na fila, o candidato entra em um local onde haverão diversas cabines privativas, locais no qual ele poderá se trocar para o exame. Já dentro da cabine ele deverá ler e executar as instruções fixadas.

Após sinalizar que está pronto e ingressar na sala, este ficará de costas para o aparelho de Raio X, onde terá a área de seu tórax radiografada. Esse exame visa exibir possíveis problemas dos ossos e órgãos da área do tórax, como deformidades que possam prejudicara a respiração, ou até secreções que possam estar presentes nos pulmões, portanto desconsidere ir resfriado.


Pré-Consulta

Apesar do nome, a Pré-Consulta não precisa ser feita antes das demais. Essa é uma etapa simples, onde um oficial medirá sua pressão, altura e anotará seu peso.

Caso você esteja cansado, ofegante ou ansioso, pule essa etapa por agora para evitar alterações na medição de sua pressão, e volte quando estiver mais calmo ou descansado. Essa dica também vale para a Cardiologia.


Clínica Médica

Nessa junta você terá uma breve conversa com um doutor após entregar uma de suas fichas, onde descreveu seus antecedentes médicos. Seja realista, breve, e honesto, você não precisa citar que quebrou o dedo mindinho quando tinha 5 anos, mas também não deve esconder se sofre de asma.

Isso é mutável com o tempo, mas por vezes é nesse local onde o candidato entrega o exame de Eletroencefalograma, e por outras vezes, há uma outra sala apenas para isso.


Cardiologia

Após deitar em uma cama o candidato terá uma série de plugs de sucção fixados em seu tórax, que medirão seu batimento e ritmo cardíaco.

Caso o candidato esteja com o coração acelerado ou apresentando algum tipo de alteração, será solicitado que o mesmo retorne dentro de 30 dias com o resultado de um exame denominado Holter de 24h, para uma análise mais específica.


Oftalmologia

Ao chegar na junta serão feitos testes típicos, como qualquer outro exame oftalmológico de rotina.

O primeiro será ler algumas letras de diferentes tamanhos projetadas em uma parede distante. Outro é uma simples leitura de símbolos bem na frente de seu rosto, para checar sua visão a curta distância.

Para finalizar, há o teste de daltonismo, feito através da leitura de pictogramas coloridos com números escondidos dentre eles. Se você conseguir lê-los corretamente, não é daltônico.

Você pode ver outras figuras do gênero e saber detalhes sobre a possível reprovação desse quesito através dessa postagem.

Caso você utilize óculos, isso não será problema de modo algum, portanto não entre sem eles ou tente escondê-los de algum modo. Os exames normalmente serão feitos utilizando as lentes, e o oficial medirá o grau das mesmas em um aparelho específico, para anexar em sua ficha a observação “Utilizar lentes corretoras”.

Mesmo que você utilize lentes de contato, será requerido que leve seus óculos normais para passar pelo exame.


Audiometria tonal

Caso você seja um daqueles que vive com fones de ouvido em um volume considerável, essa é a hora do julgamento final. Dentro da sala do exame haverá uma cabine com vedação acústica, e sentado lá dentro o candidato colocará um par de fones de ouvido. Através deles, o responsável enviará baixíssimos tons de áudio nos fones direito e esquerdo, em diferentes momentos. O candidato então deverá levantar o braço do lado em que escuta o áudio.

Um ou outro apito poderá passar desapercebido, mas se isso acontecer com muita frequência durante o teste, o final pode não ser feliz.


Otorrinolaringologia

Apesar da liberdade de fazer os exames na ordem que desejar, por algum motivo o exame do Otorrino as vezes só pode ser realizado após a Audiometria.

Nesta etapa o doutor visualizará o canal interno de seus ouvidos e narinas, com o objetivo de procurar por obstruções de cera ou materiais esponjosos que possam afetar a audição ou respiração.

O Desvio de Septo, no caso das narinas, é um dos problemas mais comuns. Ele pode ser corrigido com cirurgia, mas requer algumas semanas de recuperação.


Inicial X Revalidação

O processo para obtenção do CMA se divide nas duas categorias citadas, o Inicial para aqueles que estão fazendo pela primeira vez o CMA, e o de Revalidação para aqueles que o estão renovando.

Supondo que o hospital no qual você realizará seus exames ministra o processo em dois dias, esse é um momento de divisão.

Com a exceção do Otorrino, que para os Iniciais é feito no segundo dia, ambos os grupos farão todos os exames já citados acima no primeiro dia. A diferença é que o grupo de Revalidação para por aí, e recebe seu resultado final já ao fim desse primeiro dia e apenas com esses exames. Já o grupo Inicial, recebe os resultados desses primeiros exames, mas terão de retornar no segundo dia para realizar os restantes, que listaremos a seguir.

Vale citar que não é obrigatório o candidato inicial ir no primeiro e segundo dia em dias seguidos, como Segunda e Terça-Feira, mas 99% das pessoas escolhem essa modalidade para matar a ansiedade de vez.

Se seu hospital realizar tudo em apenas um dia, inclusive o Inicial, continuemos o guia normalmente.


Exame psicotécnico

Seguindo a lista, é a hora dos exames de psiquiatria, começando com o completo e demorado psicotécnico.

O exame, que é composto por vários testes, é feito em uma sala com todos os candidatos reunidos em mesas individuais. O primeiro teste é o de Raciocínio e Agilidade, o qual é feito com uma folha que contém vários símbolos, e no topo da mesma, um padrão em especial. O padrão citado está mesclado em diferentes locais da folha, várias vezes. Ao sinal dos fiscais, os candidatos terão X minutos para circular dentre os vários símbolos da folha, aquele padrão que foi indicado acima. Caso circule algum erroneamente, ainda é possível riscar o círculo feito para anulá-lo.

Caso o candidato circule poucos símbolos, circule muitos mas vários deles errados, ou corrija demasiadamente as escolhas que fez, o fiscal não ficará feliz. Normalmente é dada uma segunda chance.

O próximo é o teste com desenhos. O fiscal solicitará que se desenhe em uma folha em branco um homem, uma casa, uma árvore, ou outras figuras tão simples quanto. As ilustrações serão entregues aos examinadores que avaliarão as mesmas baseadas nos detalhes, como grama no chão no desenho da casa, galhos no desenho da árvore, e roupas e felicidade no desenho da figura humana, portanto se atente a isso. Vale ressaltar que todos tem de ser feitos a mão livre. Mesmo que você tenha uma caneta e um lápis, não poderá usar um deles como régua para fazer um traço em linha reta por exemplo.

Para finalizar, chega a hora do questionário sobre si próprio e sobre os desenhos que fez. Perguntas por vezes simples, óbvias ou incomuns, como:

  • Esta árvore está viva?
  • O morador dessa casa mora sozinho ou com a família?
  • Essa pessoa está feliz?
  • Você já teve pensamentos suicidas?

Ao final dos testes os candidatos são liberados ainda sem saber o resultado final dessa etapa, e seguem para a próxima junta.


Entrevista com o psicólogo

Este é o momento onde se aplica a frase “Tudo o que você disser poderá ser usado contra você”.

Na breve conversa, o psicólogo irá lhe fazer algumas perguntas simples, que podem ter respostas simples ou não, tais como:

  • Porque você resolveu se tornar piloto?
  • Sua família lhe apoiou?
  • Com quem mora e como é a relação com sua família?
  • O que gosta de fazer no seu tempo livre?

Apesar da tensão do momento é tudo muito simples, basta responder coerentemente e saber se controlar. Uma das causas de reprovação nesta fase é justamente a ansiedade.

Tendo passado por essas etapas (e pelo Otorrino), basta aguardar até as 12h00 desse segundo (ou ainda primeiro) dia para saber seu resultado como um todo.


Aprovação, pendência e reprovação

Nesse jogo de xadrez que é o CMA, o futuro aviador pode ter três resultados:

Aprovação: O candidato é considerado apto a voar, e pode ir feliz para casa.

Pendência: Resultado emitido quando o candidato possui um problema, mas que pode ser corrigido em curto espaço de tempo, como ter de usar óculos para corrigir a visão, ou ter uma cárie em um dos dentes. O prazo para o candidato retornar com seu problema resolvido é de 30 dias. Caso contrário, terá de pagar novamente e fazer todos os exames mais uma vez.

Reprovação: O candidato possui um problema que o impossibilita permanentemente de pilotar, ou que requer um longo prazo para recuperação, como ter apenas 50% da audição no caso de impossibilidade permanente, ou estar subnutrido, no caso de recuperação a longo prazo.

Ser reprovado não quer dizer ser impossibilitado. Caso seu problema de saúde possa ser resolvido, você sempre poderá tentar novamente.

Se você for reprovado mas não concordar com tal resultado, ainda é possível entrar com um recurso junta a ANAC, e pedir uma nova avaliação, no mesmo ou em outro local.


Lógica do julgamento

Até para prever um possível resultado, é importante entender o raciocínio por trás do julgamento final da junta médica. Ele primariamente é baseado na seguinte pergunta: Esse problema de saúde pode interferir na operação do voo?

Exemplos. Se após um acidente você perdeu parte da orelha, isso interferirá na operação da aeronave? Não, então não será problema. Por outro lado, se você se acidentou e perdeu parte do movimento de um dos braços, isso sim prejudicará a operação, e consequentemente acarretará na reprovação.

Baseado nisso você mesmo pode avaliar sua situação atual.


O que não reprova no exame

Na lista a seguir estão alguns problemas que muitas pessoas acreditam ser um agente de reprovação no CMA, mas que na verdade não causam nenhuma restrição:

  • Utilizar óculos
  • Estatura alta ou baixa
  • Estar acima do peso, desde que com os níveis do sangue normais
  • Ter diabetes ou carências no sangue, desde que controladas
  • Ser mulher (sim, ainda há pessoas que acreditam nisso)
  • Problemas que sejam permanentes mas que já estejam tratados ou controlados

O que reprova no exame

Confira essa pequena lista.


Diferenças das avaliações entre as Classes de CMA

Há e não há diferenças, pois apesar dos exames serem os mesmos para todas as classes, as margens de aceitação que os médicos utilizam se estreitam ao conforme se eleva a Classe do CMA.

Por exemplo, uma pessoa com o colesterol muito alto poderia ser aprovada para o CMA de 4ª Classe de Piloto de Aviação Leve, mas não para o de 2ª Classe de Piloto Privado. Ou alguém com uma audição debilitada, poderia conseguir o CMA de 2ª Classe de PP, mas não o de 1ª Classe de PLA.

Não há tabela ou regra escrita para apontar os exatos limites de cada exame, a avaliação varia de acordo com o local e avaliador. Inclusive há casos de pessoas que sempre ficavam de pendência ou reprovação no Hospital A, mas conseguiram passar de primeira no Hospital B.


Validade do CMA

A validade do mesmo varia de acordo com a categoria citada no início do guia, e com a idade do candidato:

  • 1 ano para PLA e PC, ou 6 meses para maiores de 40 anos voando no transporte comercial de passageiros, ou com apenas 1 piloto, e para os maiores de 60 anos voando em transporte comercial.
  • 5 anos para PP, PP-IFR, CMS, PBL, PPL e CPL até 50 anos, ou 1 ano para maiores de 50 anos
  • 1 ano para MCV e OEE

O candidato poderá revalidar um CMA até 5 anos após seu vencimento. Passando disso, terá de fazer novamente o exame inicial completo.


Aguardar resultados no dia, vale a pena?

Em todos os exames nos quais o candidato possui o contato direto com o médico, geralmente o profissional já afirma se tudo está em ordem ou não, porém há aqueles exames que são analisados separadamente ou que levam mais tempo, como o Radio-X e Hemograma.

Antes de 2012 o CMA (CCF na época) era um documento físico, portanto o candidato deveria aguardar até o meio-dia para sair de lá com o seu documento em mãos caso aprovado. Abaixo, meu antigo CCF de 2ª Classe de PP, emitido em Clínica Particular, e em seguida o de Piloto Comercial, emitido no HASP.

Como atualmente o CMA é apenas um certificado digital que vai diretamente para o site da ANAC, o candidato que acabou de fazer todos os exames pode livrar o local e aguardar 48h para ver o resultado através do site da ANAC.

Mas, e se a pessoa ir embora antes, e for reprovada? Por este motivo, os orientadores aconselham os candidatos a aguardarem até o meio-dia para a divulgação dos resultados. O problema é que aqueles que foram fazer apenas a revalidação e chegaram cedo, acabam os exames ainda no meio da manhã, mas teriam de aguardar mais algumas horas pelos resultados. Por isso, parte deles vão embora e torcem pelo melhor.

As chances de dar tudo certo são as mesmas de ocorrer o que por vezes acontece, como alguém esquecer de deixar algum exame, ficar de pendência, ou pular uma junta sem perceber. Nesse caso a pessoa só saberá disso depois de 48h, quando seu CMA não for inserido no sistema.

Apesar de o resultado demorar para sair, o candidato não é obrigado a aguardar no local, sendo possível ir embora e voltar ao meio-dia, ou ir almoçar em um restaurante próximo para matar o jejum oficialmente e retornar em seguida.


Revalidação

Como já mencionado, revalidar o CMA é mais simples, e também mais barato do que o exame inicial. A revalidação no Hospital da Aeronáutica segue o padrão descrito anteriormente, sendo feito em apenas uma manhã e com um número reduzido de exames. Nas Clínicas Particulares, a lista de exames também diminuirá:

  • Hemograma completo
  • Glicemia (Att: jejum)
  • Creatinina
  • Colesterol (Att: Total e frações)
  • Triglicérides
  • Urina I (Att: depósitos e sedimentos)
  • Rx panorâmico Odontológico com laudo (Somente Pilotos)
  • Audiometria Tonal (Somente Pilotos)
  • Beta HCG (Somente Mulheres)
  • Teste Ergométrico (Somente 30 anos ou mais)
  • Ácido Úrico (Somente 35 anos ou mais)
  • Código ANAC
  • E ainda: RG original e 2 cópias do RG e CPF

Levando esses mesmos exames prontos através de seu convênio à sua Clínica Particular, o processo se mantém o mesmo, porém mais rápido e barato.


Encerramento

Muitas pessoas evitam os Hospitais da Aeronáutica desde o começo por serem ambientes militares, tendo assim medo de um atendimento mais rígido e situações desagradáveis. De fato o ambiente militar é mais “frio e direto”, diferente de uma clínica por exemplo, onde os médicos se preocupam em conquistar o cliente, porém, mesmo assim não é esse terror que muitos contam.

Os oficiais não irão lhe paparicar, mas também não irão ser mal educados ou indiferentes de algum modo. O militarismo preza pela padronização e atendimento eficiente apesar das limitações, portanto julgue esse quesito de ambiente com a devida importância, mas sem medo para tal.


Continue se informando

Navegue pelo menu para continuar se informando através das demais partes deste guia:

Redes

Alexandre Sales

Piloto Privado de Avião, desviando de urubus nos céus da Terminal São Paulo desde o primeiro voo
Redes
  • Rodrigo Busa

    boa noite, vou fazer meu exame inicial na próxima segunda, porém estou com uma pulga atrás da orelha, pois fiz tratamento de canal e por ventura em um local remoto tive que arrancar o dente em questão, ou seja não possuo um dente, isso irá implicar?

  • michel

    boa tarde!

    é obrigatorio fazer um curso pp teorico homologado para fazer a banca da anac? eu ouvi dizer que sera obrigatorio a partir de janeiro de 2017 mas nao consigo confirmar em nenhum lugar. voce teria alguma informacao sobre o assunto?

    eu estava estudando sozinho e queria fazer a prova em fevereiro, para nao ter presssa para estudar, porem se essa regra mudar vou ter que estudar correndo.

    obrigado, no aguardo de uma resposta do canal piloto.

    michel