Dúvida – Como tirar o INVA nos EUA?

posted in: Duvidas | 7

Seguindo com nossa série sobre dúvidas quanto à formação aeronáutica, vamos responder à pergunta de hoje:

Dúvida

Oscar Lima Alfa, me chamo Lincoln e tenho uma dúvida.

Comecei a faculdade de Ciências Aeronáuticas esse ano, a faculdade tem duração de 2 anos. Pretendo começar a voar em maio, e também pretendo terminar todas as horas até o final do curso (2 anos). Meu inglês é bem básico, bem básico mesmo, não consigo me virar se for morar fora. E como o inglês é pré-requisito para quem quer se tornar piloto de linha aérea, pretendo começar um curso que tem duração de 18 meses, onde dizem que irei sair do curso falando fluente, não acredito que em 18 meses eu consiga estar fluente na língua. Enfim, a dúvida é a seguinte: estava pensando em depois de terminar as horas de voo, o curso de inglês e a faculdade, morar um tempo nos Estados Unidos, cerca de 3 a 6 meses, para eu melhorar o inglês, o problema é que eu não tenho medo de quando estiver lá, não conseguir voar, por causa das carteiras, FAA, etc.

Enfim, queria saber o que podem me sugerir para que eu melhore meu inglês, que acho eu que morar lá é a melhor opção e continuar voando para não perder a “manha”, sabe me dizer como fazer? Voar como instrutor lá fora, tendo a formação só aqui, é possível?

Desde já grato, aguardo resposta.

Lincoln Nycolas

Nossa resposta

Lincoln,

Para voar nos EUA, é necessário primeiramente convalidar as licenças brasileiras para as americanas, e posteriormente tirar a carteira de CFI. Conversei com o Enderson Rafael, que é representante da TREASURE COAST FLIGHT TRAINING no Brasil, e ele me passou as informações abaixo:

“Lincoln, acho que você tem dois caminhos possíveis: terminar tudo aqui, faculdade e PC, e após ir para os EUA apenas validar o PP e alugar aviões pra voar lá, coisa que é bem simples de fazer tendo o PP da FAA. Ou o que acho mais recomendável: terminar a faculdade aqui e depois ir pra lá fazer todo o seu treinamento (ou vice versa, fazer tudo lá e depois voltar para fazer a faculdade).

A licença de INVA nos EUA se chama CFI. Para obtê-la, é preciso ser no mínimo PC pela FAA. Como não existe convalidação de IFR e PC da ANAC para a FAA, apenas o contrário, sobra a opção para quem tiver o PP ANAC e ICAO 4 validar o PP lá, e refazer sob os vistos de estudante M1 ou F1 boa parte do IFR e do PC na FAA, cujos requerimentos são bastante diferentes dos brasileiros, e em seguida rechecá-los por lá, para só então partir para a carteira de CFI (e CFII – instrutor de IFR e MEI – instrutor de multi). Embora seja possível fazer o curso de CFI em qualquer escola americana que o ofereça, só é possível trabalhar como instrutor sob o visto F1 – que poucas escolas fornecem. O curso consiste em duas provas teóricas pelo menos, além de pelo menos 15h de voo nos requerimentos previstos no FAR 61.183.

Os checks da FAA para instrutores costumam ser bastante puxados, com casos em que chegam a durar 12 horas entre prova oral e voo. Um brasileiro que obtenha uma licença de CFI sob o visto F1 pode trabalhar por até 2 anos na função. Depois, tem que voltar ao Brasil.

Um grande abraço,

Enderson Rafael “

Atenciosamente,

Rodrigo Satoshi

INVA – Instrutor de Voo de Avião

O leitor de hoje enviou sua dúvida através do nosso e-mail. Você pode fazer o mesmo, caso não encontre a resposta nas perguntas já respondidas.

Rodrigo Satoshi
Redes

Rodrigo Satoshi

Instrutor de Voo de Avião e professor de curso teórico para Pilotos Privados e Pilotos Comerciais.
Rodrigo Satoshi
Redes
  • Thiago Pimenta Fernandes

    Conversei com um checador la quando covalidei meu PC MLTE IFR la para PP e me disse que tinha como covalidar como PC MLTE IFR la SIM só teria que fazer o voo de cheque pois hora de voo é hora de voo em qualquer pais.

    • Enderson Rafael

      Oi, Thiago. Realmente, as horas feitas no Brasil são aceitas pela FAA, mas enquanto a validação do PP é feita apenas com documentos, a convalidação de licenças superiores a essa exigem que se alcancem os mínimos, que se cumpram os requerimentos, que sejam feitas as provas escritas e que o candidato passe no check da FAA.

  • Enderson Rafael

    Foi exatamente o que eu disse.

  • Enderson Rafael

    Mesmo porque sem ICAO 4 não se pode nem tentar convalidar uma carteira pra FAA. Aí entra outra vantagem de se fazer a formação toda lá: não é preciso ter ICAO level. E algumas escolas têm curso de inglês caso o aluno não esteja no ponto ainda de ter um aproveitamento razoável. Quem quer validar o PP ou mesmo “convalidar” o PC (lembrando que um PC básico do Brasil estará 100h abaixo dos mínimos pro check de PC da FAA, por isso essa operação não existe de forma análoga à FAA>ANAC) precisa já ter o ICAO.

    Recomendo validar o PP e tirar as horas quem queira somente fazer horas por um custo menor que no Brasil agregando a experiência de voar nos EUA. O PC mesmo não faz muito sentido apenas rechecar, a menos que vc twnha visto de trabalho ou cidadania nos EUA. O PC FAA só faz sentido no contexto de aprendizado e na formação inicial, pelo custo-benefício, pela qualidade e rapidez. A licença em si, sem toda a sua bagagem, não serve nem pro caso de se ter um F1 e emendar no CFI. As regras do F1 pressupõe que o aluno tenha feito pelo menos do IFR em diante nos EUA pra que ele possa atuar como instrutor.

    • Enderson Rafael

      Em tempo, vc disse que convalidou seu PC MLTE IFR ANAC para PP FAA. Na verdade, vc validou seu PP ANAC na FAA, não?

      • Thiago Pimenta Fernandes

        Co-validei o meu PC la como PP na FAA. De qualquer forma imagino que se a ideia é tirar carteira da FAA se você estiver com as da ANAC o inverso é valido sim porque se não porque alguém iria se quer ir la tirar as da FAA?? Todos nos queremos mais oportunidades de emprego no final.

        • Enderson Rafael

          Um PC MLTE IFR ANAC se forma com 150h. Um PC MLTE IFR FAA se forma com 250h. Um PC MLTE IFR FAA precisa apenas do bloco de regulamentos, 2,5h de voo de adaptação e 2,5h de voo de check pra virar PC MLTE IFR ANAC. Um PC MLTE IFR ANAC precisa no mínimo voar mais 100h e fazer prova escrita de IFR + check oral IFR + check em voo IFR + prova escrita PC + check oral PC pra virar PC MLTE IFR FAA. Logo o inverso não é válido. E isso explica porque você tem o PP FAA (que é a validação do seu PP ANAC e não do seu PC) que serve apenas para alugar aviões, ter instrução em voo e voar seu próprio avião matricula americana.